Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Fórum PE > Campus Grajaú realiza fórum de planejamento estratégico
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Grajaú realiza fórum de planejamento estratégico

Sociedade civil e setor produtivo construíram propostas para o planejamento estratégico do Instituto.
  • Maycon Rangel
  • publicado 24/08/2017 10h32
  • última modificação 29/08/2017 19h23

(Da esq. à dir.) Peter Dostler, Alberto Gonçalves, Carlos César, Roberto Brandão, Mercial Arruda e Neto Carvalho

Com o objetivo de ouvir as demandas e propostas da sociedade civil e alinhar esses elementos para a construção do Planejamento Estratégico 2016-2020, o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) promoveu o Fórum de Planejamento Estratégico no Campus Grajaú na quinta-feira (24). Os fóruns de planejamento estratégico estão sendo realizados em todos os 29 campi e na Reitoria do Instituto (acompanhe as etapas anteriores).

O reitor, Roberto Brandão, explanou a importância dos fóruns com a comunidade no processo de construção do planejamento estratégico institucional. “Estamos passando por todos os pontos de presença do IFMA no Estado, a fim de integrar e ouvir as comunidades, entender as expectativas de cada segmento para o nosso Instituto. Esse é um momento de participar e dizer para onde queremos caminhar, que Instituto nós desejamos construir”. O reitor também destacou que um dos propósitos do planejamento estratégico é aproximar o Instituto do mundo do trabalho, ampliando a transferência de tecnologia e conhecimento do universo acadêmico para o setor produtivo.

O diretor-geral do Campus Grajaú, Francisco Alberto Gonçalves, mencionou que os Institutos Federais fomentam o desenvolvimento local e regional e reiterou a importância do momento para o IFMA. “Um dos principais objetivos desse fórum é ouvir a comunidade em relação às demandas dos serviços a serem oferecidos por essa instituição. O planejamento estratégico vai nortear o futuro do IFMA”.

O prefeito de Grajaú, Mercial Arruda, parabenizou o IFMA pelas transformações que têm sido promovidas no município. Da mesma forma, o presidente da Câmara Municipal, Neto Carvalho, ressaltou o legado positivo do Instituto para a educação e qualificação do povo de Grajaú e região.

O pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional e coordenador geral do Planejamento Estratégico, Carlos César Teixeira, afirmou que o planejamento estratégico está elencando caminhos para a melhoria da instituição. “Nossa preocupação ao construir o planejamento estratégico não é apenas atender a uma exigência dos órgãos de controle, mas instituir ações e projetos que possam nos conduzir ao cumprimento da nossa missão institucional”.

O planejamento estratégico está sendo feito com a consultoria da STEINBEIS-SIBE do Brasil, empresa especializada em transferência de tecnologia e conhecimento. O consultor Peter Dostler explicou a metodologia do fórum e, em seguida, os participantes foram divididos em grupos de trabalho. Durante sua fala, Peter Dostler explicou a filosofia de atuação da entidade, que se utiliza do modelo dual de ensino, em que o aluno aprende por meio da união entre os conhecimentos teóricos com a imediata aplicação desses conhecimentos em aulas práticas nas empresas, e ressaltou a importância de os institutos federais se aproximarem do mercado, o que possibilitará a geração de emprego e renda e a implementação de soluções tecnológicas para problemas sociais e econômicos.

 

Metodologia do fórum

Grupo de trabalho elabora propostas para o planejamento estratégico do IFMA

Denominada “Mercado de informações”, a metodologia de trabalho consistiu em levantar soluções para as demandas prioritárias do Instituto, promovendo a discussão dos temas em grupos de trabalho (GTs). Ao longo da manhã, as equipes discutiram e consolidaram propostas em cinco eixos temáticos:

  • Interação com o mercado: desenvolvimento e melhoria das relações existentes com organizações públicas e privadas, possibilitando a futura inserção dos discentes no mercado de trabalho e a implementação de novos negócios ou mudanças em organizações já existentes;
  • Inclusão social: demandas que possam ser tratadas pelo IFMA visando a responsabilidade ambiental, a inclusão do discente, da comunidade acadêmica e de toda a instituição na temática social;
  • Internacionalização do IFMA: relacionamento do IFMA com organizações de outros países, incluindo parceria com outras instituições de ensino para intercâmbios acadêmicos;
  • Ideias acadêmicas: demandas ligadas às políticas de ensino, pesquisa, inovação e extensão;
  • Interação com a sociedade: demandas a serem tratadas pelo Instituto para aprimoramento de sua relação com a sociedade em geral.

 

O chefe da Coordenação Técnica Local da Funai em Grajaú, Raimon Raimere Mota, argumenta que é importante dialogar com os atores envolvidos com o processo educacional, e que o IFMA está fazendo a coisa certa, ao abrir um espaço de interlocução com a comunidade. Além disso, sugere também uma aproximação maior com as populações indígenas da região. “Que o IFMA possa desenvolver projetos agrícolas dentro das aldeias, até mesmo utilizando o espaço como laboratórios, valorizando os conhecimentos tradicionais das comunidades indígenas”.

 

Saiba mais

Desde outubro de 2016, o IFMA vem desenvolvendo seu Planejamento Estratégico 2016-2020, com o apoio da organização alemã STEINBEIS-SIBE. O interesse é a melhoria da governança, passando por um processo de alinhamento de objetivos, metas, iniciativas e processos da instituição.

Os fóruns já aconteceram nas seguintes unidades: São Luís – Monte Castelo, São José de Ribamar, Rosário, Viana, Barreirinhas, Imperatriz, Porto Franco, Barra do Corda, São Raimundo das Mangabeiras, Carolina, Itapecuru Mirim, Pedreiras, Bacabal, Zé Doca, Santa Inês, São Luís – Maracanã, São João dos Patos, Presidente Dutra, Grajaú e Açailândia.

 

Galeria de fotos

Mais fotos

Fim do conteúdo da página