Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Fórum PE > Campus Centro Histórico realiza fórum de planejamento estratégico
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Centro Histórico realiza fórum de planejamento estratégico

Demandas e propostas para o futuro do IFMA foram apresentadas no evento.
  • Maycon Rangel
  • publicado 27/11/2017 17h11
  • última modificação 11/12/2017 22h34

(Da esq. à dir.) Paulo Batalha, Roberto Brandão, Carlos César e Marcus Flávio

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) está construindo seu Planejamento Estratégico 2016-2020, iniciativa que estabelece metas, indicadores e projetos que visam alcançar a excelência institucional. Com o propósito de receber as contribuições da comunidade interna e externa para o planejamento, estão sendo realizados fóruns em todas as unidades do Instituto. Na segunda-feira (27), o Campus São Luís – Centro Histórico recebeu o 27º Fórum de Planejamento Estratégico (acompanhe as etapas anteriores). Durante a abertura, houve a performance musical dos estudantes Francisco Almeida Júnior e Railma Karen Gomes.

O reitor, Roberto Brandão, contextualizou que uma das principais dificuldades do mundo acadêmico é dialogar com o setor produtivo e o setor público, o que impede a transferência de tecnologias para solucionar problemas das empresas e órgãos públicos. Segundo ele, um dos objetivos do Planejamento Estratégico é estreitar esse relacionamento. “Como colocar nossas produções acadêmicas e científicas a serviço da comunidade? Precisamos considerar essas questões em nosso planejamento; precisamos ter um olhar futuro de como almejamos o Instituto Federal, buscando um caminhar coeso e harmônico”.

O diretor-geral do Campus Centro Histórico, Paulo Batalha, agradeceu a presença dos participantes no fórum. “É muito gratificante ter a presença de todos vocês, especialmente da comunidade externa, para nos ajudar a construir o futuro do IFMA”. Paulo Batalha mencionou as ações e projetos do campus, que possui quatro espaços de funcionamento: Casarão, Centro de Referência Azulejar, Extensão Itaqui-Bacanga e Centro Educacional e Social São José Operário (Cesjo). Além disso, apresentou também o projeto-padrão da nova sede do Campus Centro Histórico, que será construída na área Itaqui-Bacanga, no bairro Vila Embratel (entrada do Gapara), com orçamento de R$ 10 milhões.

O pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional e coordenador geral do Planejamento Estratégico, Carlos César Teixeira, explicou que o planejamento estratégico representa uma nova perspectiva na gestão do Instituto. “Não estamos construindo o Planejamento Estratégico apenas para cumprir a legalidade, mas para pensar como queremos a instituição daqui a alguns anos. Essa é uma ferramenta forte na busca de melhores resultados institucionais e, portanto, para a comunidade”.

O planejamento estratégico está sendo feito com a consultoria da STEINBEIS-SIBE do Brasil, empresa especializada em transferência de tecnologia e conhecimento. O consultor Marcus Flávio Lenza explicou a metodologia do fórum e, em seguida, os participantes foram divididos em grupos de trabalho. “A instituição precisa conhecer os seus desafios para que, através do planejamento estratégico, eles sejam superados. Planejar é fundamental para crescer e melhorar a cada dia!”.

 

Metodologia do fórum

Grupo de trabalho elabora propostas para o planejamento estratégico do IFMA

Denominada “Mercado de informações”, a metodologia de trabalho consistiu em levantar soluções para as demandas prioritárias do Instituto, promovendo a discussão dos temas em grupos de trabalho (GTs). As equipes discutiram e consolidaram propostas em cinco eixos temáticos:

  • Interação com o mercado:desenvolvimento e melhoria das relações existentes com organizações públicas e privadas, possibilitando a futura inserção dos discentes no mercado de trabalho e a implementação de novos negócios ou mudanças em organizações já existentes;
  • Inclusão social:demandas que possam ser tratadas pelo IFMA visando a responsabilidade ambiental, a inclusão do discente, da comunidade acadêmica e de toda a instituição na temática social;
  • Internacionalização do IFMA:relacionamento do IFMA com organizações de outros países, incluindo parceria com outras instituições de ensino para intercâmbios acadêmicos;
  • Ideias acadêmicas: demandas ligadas às políticas de ensino, pesquisa, inovação e extensão;
  • Interação com a sociedade: demandas a serem tratadas pelo Instituto para aprimoramento de sua relação com a sociedade em geral.

 

Para a assessora técnica pedagógica Maria Alice Praseres, da Secretaria Municipal de Educação de São Luís (Semed), o IFMA desenvolve um trabalho relevante na comunidade ludovicense e no Estado do Maranhão e essa iniciativa é importante para estabelecer um diálogo com os atores ligados à instituição.  “A metodologia adotada no fórum foi muito importante pela participação tanto institucional, como da sociedade e dos parceiros. Pude transitar em todos os grupos e discutir as cinco temáticas propostas. Isso foi muito positivo porque a gente traz as nossas contribuições e a nossa parceria com esse trabalho, que com certeza irá enaltecer também a educação da nossa São Luís”.

 

Saiba mais

Desde outubro de 2016, o IFMA vem desenvolvendo seu Planejamento Estratégico 2016-2020, com o apoio da organização alemã STEINBEIS-SIBE. O interesse é a melhoria da governança, passando por um processo de alinhamento de objetivos, metas, iniciativas e processos da instituição.

Os fóruns já foram realizados em 28 campi do Instituto. Em 2018, haverá fóruns também no Campus Alcântara e na Reitoria.

 

Galeria de fotos

Mais fotos

Fim do conteúdo da página