Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Fórum PE > Campus Alcântara realiza fórum de planejamento estratégico
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Alcântara realiza fórum de planejamento estratégico

Participantes discutiram desafios e construíram propostas para o Planejamento institucional.
  • Maycon Rangel
  • publicado 05/04/2018 13h50
  • última modificação 06/04/2018 15h58

(Da esq. à dir.) Marcelina Serrão, Carlos César, Roberto Brandão, Edalton Silva e Fábio Zimmermman

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) está construindo seu Planejamento Estratégico 2016-2020, iniciativa que estabelece metas, indicadores e projetos que visam alcançar a excelência institucional. Com o propósito de receber as contribuições da comunidade interna e externa para o planejamento, estão sendo realizados fóruns em todas as unidades do Instituto. Na terça-feira (28), o Campus Alcântara recebeu o 29º Fórum de Planejamento Estratégico (acompanhe as etapas anteriores).

O reitor do IFMA, Roberto Brandão, apontou a importância de se abrir um espaço de interlocução com a sociedade, a fim de estabelecer metas para o futuro da instituição. “O Planejamento Estratégico busca fazer com que possamos superar os desafios para que a instituição tenha cada vez mais excelência naquilo que faz. E, para isso, precisamos ouvir o que a sociedade, o setor produtivo, o setor público e as entidades esperam do Instituto Federal. Só tenho a agradecer a participação expressiva da comunidade, que reconhece o valor e o papel do IFMA em Alcântara”.

O diretor-geral do Campus Alcântara, Edalton Silva, destacou as ações que a unidade vem desenvolvendo nas áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão ao longo dos 10 anos de atuação no município. “Nosso objetivo é discutir com a comunidade os rumos da instituição. Já fizemos muito, mas queremos fazer muito mais; queremos buscar novos projetos e novos desafios. Esse desejo que a gente tem de fazer só acontece quando trabalhamos juntos. Juntos, nós sempre seremos mais fortes!”.

O pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional e coordenador geral do Planejamento Estratégico, Carlos César Teixeira, explicou que a construção do planejamento estratégico do Instituto busca estabelecer ações e estratégias capazes de concretizar de forma efetiva a missão institucional. “Nós não queremos fazer um planejamento apenas para atender aos órgãos de controle, mas como um instrumento que nos leve a superar os desafios, e a comunidade externa tem um papel fundamental nesse processo”.

A secretária municipal de Cultura e Turismo, Marcelina Serrão, relatou o sentimento de gratidão do município em contar com uma unidade do IFMA e mencionou a importância do planejamento participativo. “O IFMA está de parabéns por essa iniciativa, que busca melhorar a excelência dos serviços oferecidos pela instituição. Fazer gestão democrática é justamente possibilitar a participação e as contribuições da sociedade”.

O planejamento estratégico está sendo feito com a consultoria da STEINBEIS-SIBE do Brasil, empresa especializada em transferência de tecnologia e conhecimento. O consultor Fábio Zimmermann explicou a metodologia do fórum e, em seguida, os participantes foram divididos em grupos de trabalho.

 

Metodologia do fórum

Grupo de trabalho elabora propostas para o planejamento estratégico do IFMA

Denominada “Mercado de informações”, a metodologia de trabalho consistiu em levantar soluções para as demandas prioritárias do Instituto, promovendo a discussão dos temas em grupos de trabalho (GTs). As equipes discutiram e consolidaram propostas em cinco eixos temáticos:

  • Interação com o mercado: desenvolvimento e melhoria das relações existentes com organizações públicas e privadas, possibilitando a futura inserção dos discentes no mercado de trabalho e a implementação de novos negócios ou mudanças em organizações já existentes;
  • Inclusão social: demandas que possam ser tratadas pelo IFMA visando a responsabilidade ambiental, a inclusão do discente, da comunidade acadêmica e de toda a instituição na temática social;
  • Internacionalização do IFMA: relacionamento do IFMA com organizações de outros países, incluindo parceria com outras instituições de ensino para intercâmbios acadêmicos;
  • Ideias acadêmicas: demandas ligadas às políticas de ensino, pesquisa, inovação e extensão;
  • Interação com a sociedade: demandas a serem tratadas pelo Instituto para aprimoramento de sua relação com a sociedade em geral.

 

Para a empresária Lidiane Araújo, as discussões e a construção de propostas nos grupos de trabalho possibilitam ter um novo olhar sobre as demandas da comunidade local e de como o IFMA pode contribuir nessas questões. “Me sinto lisonjeada por ter recebido o convite para participar desse momento, que é uma ferramenta necessária para o IFMA ouvir nossas necessidades. É uma oportunidade para a gente expor nossas ideias e ter voz ativa nas ações que serão desenvolvidas pela instituição”, declara a empresária, que defende a promoção de ações de educação ambiental não apenas com os alunos, mas seus familiares e pessoas da comunidade.

O representante da comunidade quilombola Baixa Grande e secretário de Finanças do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Alcântara, Samuel Moraes, argumenta que a chegada do IFMA foi uma conquista para a população do município e propõe a criação de cursos na área agrícola. “Hoje, os jovens de Alcântara estão tendo uma educação de qualidade, sem precisar sair de suas casas e viajar para outra cidade. Esse momento aqui é uma grande oportunidade para a população trazer suas ideias para a melhoria do IFMA. Por isso, defendo a criação de um curso técnico em Agricultura, principalmente para as comunidades quilombolas”.

 

Saiba mais

Desde outubro de 2016, o IFMA vem desenvolvendo seu Planejamento Estratégico 2016-2020, com o apoio da organização alemã STEINBEIS-SIBE. O interesse é a melhoria da governança, passando por um processo de alinhamento de objetivos, metas, iniciativas e processos da instituição.

Os fóruns já aconteceram nos 29 campi do Instituto e o próximo será realizado na Reitoria, em São Luís.

 

Galeria de fotos

Mais fotos

Fim do conteúdo da página