Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Objetivo: Adequar e consolidar a infraestrutura acadêmica, administrativa e tecnológica
Início do conteúdo da página

Objetivo: Adequar e consolidar a infraestrutura acadêmica, administrativa e tecnológica

publicado 29/03/2019 14h51 | última modificação 29/08/2019 14h58

 

 


3 INDICADOR: Percentual de gastos com investimentos em equipamentos de laboratórios em relação aos gastos com investimentos e inversões financeiras (GIEL[%])

Finalidade: Quantificar o percentual de gastos com investimentos em equipamentos de laboratório em relação aos gastos com investimentos e inversões financeiras, no exercício.

Definições:

Total de gastos com investimentos em equipamentos de laboratório (TGIEL): corresponde às despesas de capital para a aquisição de equipamentos de laboratórios ou softwares, executadas em todas as fontes de recursos e grupos de despesas.

Total de gastos com investimentos e inversões financeiras (TGI): corresponde às despesas de capital, ou seja, aquisição de material permanente com bens móveis, semoventes e imóveis, realização de obras, reformas e ampliações, executadas em todas as fontes de recursos e grupos de despesas. Inversões financeiras: empréstimos e financiamentos concedidos.

 

Análise de Desempenho:

O não atingimento da meta de gastos com investimento em equipamentos de laboratórios justifica-se pela diminuição do recurso LOA de investimento no exercício. Contudo, a instituição vem fazendo a sua parte, na preparação de estudos e licitações para aquisição de equipamentos mais eficientes e na possibilidade de compartilhamento, quando possível, de equipamentos já existentes.

Recomendações:

Manutenção das metas estabelecidas para os exercícios de 2019 e 2020.


4 INDICADOR: Percentual de blocos de infraestrutura física construída no Campus em relação ao Campus Referência/Padrão IFMA (BINFRA[%])

Finalidade: Quantificar o número de blocos construídos e em funcionamento de um Compus, em relação ao total de blocos propostos no projeto do Campus referência/padrão IFMA.

Definições:

•Total de blocos de infraestrutura física construídos (TBINFRA): corresponde ao total de blocos de infraestrutura física/edificações já construídos no Campus e em pleno funcionamento, de acordo com o proposto no menu do projeto do Campus Referência/Padrão IFMA.

•Blocos do Projeto Campus Referência/Padrão IFMA (BREFERÊNCIA): corresponde ao menu de blocos de infraestrutura física/edificações, necessários para caracterizar um Campus do IFMA como Campus Referência/Padrão, proposto pela Diretoria de Gestão de Infraestrutura (DGI/PROAD).

 

Análise de Desempenho:

O indicador de blocos de infraestrutura física aponta para a necessidade de maiores investimentos do governa federal na consolidação dos Campi do IFMA. A diminuição no valor do indicador justifica-se devido ao fato da inauguração de novas unidades da Fase III de expansão que estão fora do padrão do Campus Referência.

Recomendações:

Alteração das metas estabelecidas no exercício de 2019 (de 90% para 80%) e no exercício de 2020 (de 100% para 90%), considerando a situação de cortes orçamentários e contingenciamentos apresentada em 2019


5 INDICADOR: Eficiência do acervo bibliográfico das bibliotecas (EAB)

Finalidade: quantificar o número de exemplares dispostos nas bibliotecas do IFMA, em relação a quantidade de títulos.

Definições:

Quantidade de exemplares (QEx): corresponde à quantidade de exemplares dispostos nas bibliotecas do IFMA;

Quantidade de títulos (QT): corresponde à quantidade de títulos, incluindo títulos digitais/online, dispostos na biblioteca.

 

Análise de Desempenho:

Houve uma evolução na eficiência do acervo bibliográfico, porém não suficiente para garantir o alcance da meta estabelecida no exercício de 2018. Dessa forma, necessitaremos de mais investimento na ação do PE Campus Referência para aquisição de exemplares.

Recomendações:

Manutenção das metas estabelecidas para os exercícios de 2019 e 2020.


6 INDICADOR: Taxa de implementação das ações sistêmicas do PDTIC (PDTIC[%])

Finalidade: verificar o grau de implementação das ações sistêmicas planejadas do Plano de Desenvolvimento de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC), no exercício.

Definições:

•Ações do PDTIC implementadas (PDTICIMPLEMENTADAS) = corresponde ao número de ações sistêmicas do PDTIC implementadas no ano;

•Ações do PDTIC planejadas (PDTICPLANEJADO) = corresponde ao número de ações sistêmicas do PDTIC previstas para o ano.

Análise de Desempenho:

Para fins de medição da taxa de implementação das ações do PDTIC, foi considerando o PDTIC 2016-2018, o qual incluía apenas ações sistêmicas e não agrupava as ações e metas por período. Contudo, o novo PDTIC foi elaborado, vigência 2019 a 2023, e provavelmente deve-se ter uma nova metodologia para alcance das metas estabelecidas nos próximos exercícios.

Recomendações:

Manutenção das metas estabelecidas para os exercícios de 2019 e 2020.


7 INDICADOR: Índice de acessibilidade das Unidades do IFMA segundo a Norma ABNT/NBR 9050 (IAC[%])

Finalidade: avaliar se as Unidades do IFMA estão atendendo aos parâmetros de acessibilidade e segurança para pessoas com deficiência, conforme as normas e legislação vigentes.

Definições:

Percentual de acessibilidade de calçada (%ACC);

Percentual de Acessibilidade de estacionamento (%ACET);

Percentual de Acessibilidade de acesso à edificação (% ACAE);

Percentual de Acessibilidade de circulação interna (%ACCI);

Percentual de Acessibilidade de esquadrias (%ACES);

Percentual de Acessibilidade de banheiros (%ACBA);

Percentual de Acessibilidade de vestiários (%ACVE);

Percentual de Acessibilidade de biblioteca (%ACBI);

Percentual de Acessibilidade de auditórios e similares (%ACAD);

Percentual de Acessibilidade de restaurantes e similares (%ACRE);

Percentual de Acessibilidade de mobiliários (%ACMO).

 

Análise de Desempenho:

Destacamos uma pequena melhora na meta de acessibilidade em 2018, quando comparamos com o exercício de 2018, devido a execução de projetos de acessibilidade, sinalização entre outras ações, que foram implementadas em alguns Campi do IFMA. Contudo, ainda não foi atingida a meta estabelecida, reforçando a necessidade de mais investimentos em acessibilidade.

Recomendações:

Manutenção das metas estabelecidas para os exercícios de 2019 e 2020. O Colegiado entendeu que mesmo sendo metas difíceis de serem alcançadas, dado o cenário de dificuldades orçamentárias-financeiras, o afrouxamento das mesmas poderá interferir negativamente na busca do equilíbrio entre as Unidades do IFMA para garantia de acessibilidade, ressaltando que a acessibilidade é condição primordial para aumento de conceito durante o processo de avaliação de cursos superiores e recredenciamento institucional.


Fim do conteúdo da página